Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Francesinha

Neste blog vou falar de tudo o que me passar pela cabeça, coisa positivas, desabafos, curiosidades, preocupações, outros.

A Francesinha

Neste blog vou falar de tudo o que me passar pela cabeça, coisa positivas, desabafos, curiosidades, preocupações, outros.

16/07/16

Somos consumidos pelo medo

O 14 de julho é em frança um feriado muito importante. Comos todos os anos ha fogos de artificios entre outros espectaculos dependendo das cidades.

Os franceses ja não se sentem seguros que seja em casa ou na rua. Quando pensamos que as coisas se acalmaram, tudo acaba em um fechar de olhos. Que vivemos numa pequena cidade ou numa grande, que sejamos de nacionalidade francesa ou não, um idoso, uma criança ou um adulto, todos ressentem esse medo.

Durante o Euro, tomaram precauçoes pois era um evento que traria muita populaçao e felizmente tudo correu bem. Poucos dias depois da final, então que os franceses assim que turistas aproveitavam desses fogos de artificios, numa noite de calor, calma. Havia alegria nos rostos, estava tudo pacifico.

Eu não vivo na zona, mas pouco importa onde estamos, imaginamos facilmente o horror, o choque e a tristeza desse dia. Alguns de nos ainda nem consegue acreditar, outros poem-se no lugar deles e dão se conta que não importa onde, nem quem, pode acontecer a qualquer momento e qualquer lugar.

 

Chegamos a um ponto que todos os dias pensamos se tudo ira correr bem hoje, chegamos a um ponto em que não sabemos mais se havera amanhã.

 

Não interessa as razões que os levem a tal acto, ninguém esta seguro, todos vivem com um constante medo. Inocentes ou não, idosos ou crianças, franceses ou estrangeiros, não ha do.

 

Eu não sei quando isto vai acabar ou se vai, mas ... TEM QUE ACABAR.

Não so em França mas em todo o lado ! Todas essas pessoas que são hoje estrelas no céu (como costumam dizer), todas estas familias e amigos devastados, todas estas cenas de horror, que seja em França ou outros paises, nada justifica esses actos.

Politica, religiao ou outro, nada justifica acabar com vidas como se fossem folhas de papel. NADA

 

Hoje tenho medo de sair a rua, de ir ao centro comercial, de ir a universidade, de pegar o comboio, de ir a concertos, tenho medo da populaçao nao pelas pessoas mas por medo que aconteça algo.

Pessoas que vemos todos os dias, vizinhos, ou outros, não sabemos.

Como acabar com este horror?

Lets-pray-for-everyone-does-not-matter-where-sayin

 

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.