Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Francesinha

Neste blog vou falar de tudo o que me passar pela cabeça, coisa positivas, desabafos, curiosidades, preocupações, outros.

A Francesinha

Neste blog vou falar de tudo o que me passar pela cabeça, coisa positivas, desabafos, curiosidades, preocupações, outros.

27/08/14

Ficção cientifica ^^

Amanhã vou ao cinéma ver o filme " Lucy ", não sou muito de filmes de ficção cientifica mas uma amiga minha convenceu-me a ir ver esse filme francês.

 

Pelos vistos, o filme é sobre uma mulher que vive num mondo onde as máfias, os gangues e os consumidores de droga marcam suas presenças, e ela, é uma mulher que vai ter um pacote de droga dentro dela que acaba por arrebentar e espalhar-se dentro do seu sistema, o que vai causar o fato dela usar mais do que 30% do seu cérebro (dando alguns poderes).

 

 

 

Se bem que ficando na realidade, nós usamos 100% do nosso cérebro, já que o cérebro tem diferentes partes para diferentes funções (visão, memória, leitura etc), mas pronto, tirando isso, estou curiosa sobre este filme.  Vocês já o viram ? O que acharam ?

18/08/14

Estranho...

Estava com o meu pai e do nada ele diz "Olha tu serias uma boa amiga do filho do homem onde vamos comprar Kebabs, darias-te bem com ele"... Achei estranho e perguntei o porque dele achar isso, e ele simplesmente respondeu "porque ele se parece muito com aquele teu amigo Hugo, e porque sempre que falamos com ele, ele fica envergonhado, cora"... Não soube o que responder a isso...Sabendo que meu pai apenas viu esse rapaz ontem, que pelos vistos tem a mesma idade do que eu... Achei estranho, ele tentar 'arranjar-me' amigos O.o

13/08/14

Esperança de voltar

Viagem para Portugal

 

Já faz agora 2 anos que vim para a França com os meus pais e irmãos, desde então tudo mudou... eu que era uma pessoas dependente dos amigos, que não suportava estar sozinha acabei por me encontrar numa escola/cidade/país onde não conhecia nada nem ninguém... Tive e continuo a ter amigos a afastarem-se... sabem aqueles amigos que vos dizem “ não te preocupes, falarei contigo todos os dias, esperarei por ti (bla bla bla)” ? Foram os primeiros afastarem-se passado nem 1 mês...

Graças as redes sociais podemos continuar a falar todos os dias com os que 'ficaram'. E é desses amigos que mais tenho saudades, que tenho vontade de voltar a ver, que me dão vontade de voltar para Portugal, mas ainda não tive essa oportunidade, no entanto se tudo correr bem para o ano voltarei para lá! Se bem que... ao pensar nisso tenho medo, medo da mudança que irei ver... Em 2 anos tudo muda, todos mudam. Mas mesmo assim , tudo o que mais quero é voltar para lá e como o meu melhor amigo sempre diz “ A esperança é sempre a última a morrer”

13/08/14

Mesmo estando longe, eles continuam presentes

 

 Uma vez li esta frase : "It's nice to have someone in your life who can make you smile even when they're not around " (É bom ter alguém na tua vida que te faça sorrir mesmo quando não estão por perto). Eu concordo totalmente com essa frase, por vezes precisamos e/ou sentimos falta de certas pessoas que por alguma razão não estão perto de nós, e por vezes o simples facto de pensar nelas pode nos fazer sorrir, uma lembrança ou apenas a memoria do sorriso delas.

 

 Não devemos esquecer ou deixar essas pessoas afastarem-se de nós, porque elas afinal acabam por se tornarem uma das pessoas mais importantes da nossa vida, mesmo que por vezes não nos demos conta disso.

 

Eu posso dizer que, felizmente, tenho esse tipo de pessoas na minha vida, que mesmo ausentes ainda me fazem sorrir, ainda estão do meu lado e ainda se preocupam (não é por estarem longe dos olhos que estão longe do coração!)

 

Claro que sempre há aqueles que acabam por se afastar com o tempo, mas, o que importa são aqueles que continuem do nosso lado, mesmo depois de tudo, mesmo com a distancia, mesmo com as discussoes, o que importa, são os que ainda podemos chamar "amigos" (ou mais do que isso).

 

 

08/08/14

Novos laços perdidos

As vezes acabamos por criar laços com pessoas sem realmente nos darmos conta... habituamo-nos à presença delas, à atitude delas em relação à nós, ou até mesmo ao humor deles...Até que um dia, perdemos essas pessoas, não as vemos mais, não rimos mais com elas, não falamos, nem as vemos mais...então sentimos um vazio, um vazio que aos poucos vai crescendo, e aí, arrependemo-nos de não ter passado mais tempo com elas, de não ter aproveitado mais da presença delas..e é aos poucos que reparamos o quanto essas poucas pessoas faziam diferença na nossa vida.. o quanto elas importam aos nossos olhos, e apenas queremos que tudo volte ao normal, como antes..mas nada vai ser como antes.

 

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Em destaque no SAPO Blogs
pub