Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Francesinha

Neste blog vou falar de tudo o que me passar pela cabeça, coisa positivas, desabafos, curiosidades, preocupações, outros.

A Francesinha

Neste blog vou falar de tudo o que me passar pela cabeça, coisa positivas, desabafos, curiosidades, preocupações, outros.

16/08/16

Justiça ? onde ?

Um dos meus irmãos decidiu ir à discoteca sozinho. Não sei bem o que se passou mas pelos vistos os seguranças (3) agrediram-no dentro e fora da discoteca. Ele provavelmente estava muito bebedo e provavelmente ficou agressivo se o tentaram agarrar.

Eles provavelmente tinham razões para o meterem fora; no entanto baterem nele dentro e fora da discoteca , 3 contra 1, ja não é admissivel. Ainda mais que o meu irmão desmaiou a frente da discoteca e eles não fizeram nada ! o minimo seria chamar uma ambulancia !!!

Então o meu irmão acordou , pegou o carro, voltou para casa. O amigo dele, onde ele esta a viver durante as ferias o levou até a policia para ele prestar queixa. No entanto, a policia gozou com a cara dele e não fizeram nada. Eu percebo que eles provavelmente estejam habituados a estas situacoes, mas ha limites.

Depois disso, ele foi para o hospital. E mais uma vez gozaram com a cara dele.

é inadmisivel. Pouco importa o que ele tenha feito, esta situacao é exagerada, bruta e injusta.

Agora ele anda todo pisado, com dificuldades para respirar entre outros...

Parabéns Portugal, em certos aspectos sabem ser baixos.

 

10/08/16

Tudo se repete

Faz 2 dias que o meu irmao foi de férias, e a minha anda "insuportavel". No inicio pensamos que ela estava bebeda, que andava a beber às escondidas, no entanto não encontramos nenhuma garrafa. Hoje a tarde sai com ela, mesmo se temos passados esses 2 dias sempre a discutir. Ela estava bem mas sentiu-se todo quando voltavamos para casa... ela tinha comida, nao era falta de acucar nem nada...era falta de beber. Então hoje a noite, o estado dela é como se ela tivesse bebido... personalidade tipica: chata, sensivel, implica com tudo, victima, e mal se aguenta em pé.

Desta vez ela pediu desculpa, pediu desculpa pelo seu estado mas continua a culpabilizar os outros. é nossa culpa, é por causa de nos que ela voltou à beber depois de 1 ano sobria, é por causa de nos que ela esta assim e que é um pedido de ajuda.

Ela sempre precisa que sejam os outros à ajuda-la, a tira-la dos seus pensamentos, precisa de culpabilizar alguém ...nunca é culpa dela, ela é a unica que sofre, ninguém faz nada, so sabemos criticar entre outros...no entanto, como se ajuda uma pessoa que foi ajudada 1000 vezes, perdoada 1000 vezes? como ajudar alguém que espera que viremos as costas para estragar tudo ? como ajudar alguém que nao faz esforço nenhum para sair da situacao ?  como ajudar alguém que ..claramente não quer saber.

Ok, nem tudo é culpa dela, se ela tivesse outra familia, outra vida, talvez teria sido melhor, mas nao é desculpa. Ela ja saiu desse situacao uma vez, e voltou para la porque quis...ela ja foi ajudada e afastou todos porque ela quis.

Essa desculpa de " é um pedido de ajuda" ja nao cola. Não se pede ajuda atirando à culpa em cima dos outros, dizendo que o meu pai nao trabalha, que ele ta com ela so pelo dinheiro (é falso, ele trabalha e ganha mais do que ela), dizer que ele nao fala com ela (nao me admira, sempre que ela fala é para criticar)...

Eu nao sei, mas ja estou farta dessa situacao ... outra vez.

Tudo se repete.

05/08/16

Nada muda, nem mudara

Eu sempre digo « ja chega ! » mas acabo sempre por tentar ajudar na mesma, tento sempre mudar as coisas. Mesmo se ja percebi que não vale a pena ajudar quem não quer ser ajudado, eu apenas tento e tento e tento mil vezes.

Faço mais mal a mim do que bem, porque afinal nada muda. Afinal mentem sempre, e sempre repetem os mesmos erros.

Neste caso, estou a falar da minha mae..mais uma vez encontrei uma garrafa de alcool. Desta vez decidi enfrenta-la, como ela tinha pedido na ultima vez. Então fiz-o. E adivinhem? Ela simplesmente mentiu de novo: “faz mais de 6 meses que ta ai, até a tinha esquecido!” Bem, se não fosse o facto de eu olhar frequentemente la, eu até teria acreditado, mas não , era recente então disse-lhe isso mesmo. Disse-lhe também para não dizer que é um pedido de ajuda porque ja é gozar com as pessoas, porque ela não liga ao que os outros dizem. Eu ja nem conto as vezes que lhe digo “não bebas, isso so te destroi. Tu vais acabar no hospital e sabes disso. Lembra-te o que o médico disse” e ela simplesmente respondeu desta vez “eu bebo para morrer”.

Eu acho insuportavel ouvir algo assim. Não é a primeira vez, não sera a ultima. Ja lhe disse o que eu sentia por ela dizer isso SEMPRE. Para mim não é pedido de ajuda, apenas esta claramente a dizer “eu nao quero saber de ninguém, nem de familia, nem de amigos. NADA” para mim é isso que significa, um acto de egoismo. Então disse-lhe isso e claro, a culpa é nossa que nunca mostramos qualquer acto de amor.

Eu realmente sinto que ela ta a gozar comigo, que ela nao aceita o erro de qualquer maneira, sera sempre culpa dos outros. Tenho feito pequenas surpresas a ela (flores, casa limpa, perfumes, passeios, conversas entre outros) e ela simplesmente esquece essas pequenas coisas que ela diz precisar. Ela apenas nao valorisa...uma vez mais, eu disse-lhe isso.

Então claro, passamos à phase “é culpa do teu pai que nao me ama”, hey, isso é conversa a ter com ele. Eles quase que divorciaram (separaram-se por um momento, mas meteram-se juntos de novo), foi escolha deles. Em vez de tentarem falar, de mudar nao. Eles apenas falam “ eu é que trago dinheiro para casa!” (que seja por trabalho ou doença). É como hoje, tudo comecou por meu pai ter esquecido os 26 anos de casamento..mas em vez de falar disso, discutem sobre dinheiro, horas que chegam a casa, tudo menos isso. Entao a opcao mais facil: ALCOOL !

O que eu digo entra por uma orelha e sai por outra. E sou a unica que ainda tenta, a unica que fala com os dois, que os ouve, que tenta dar solucoes. Mas claro, eu nao amo nenhum, eu so estou na casa deles como num hotel, eu so estou do lado do meu pai ... Serio... porque nao realisam onde esta o verdadeiro problema? Porque nao falam entre eles?

Sempre que tento ajudar a minha mae, simplesmente me sinto desiludida, farta, quero desistir de tentar como ela desistiu. Eu realmente acho que ela esta a ser egoista, que so vê o que lhe agrada e que esquece tudo o que esta a volta dela.

 

21/07/16

Brincadeiras e brincadeiras

Eu não sei o que as pessoas pensam, se estão a tentar ser engraçados ou se são de natureza parvo, mas com certas coisas não se brinca.

Pelas redes sociais tenho visto alguns posts e comentarios que nem deveriam existir.

Ainda hoje a noite li alguém dizer “Encontrei um pokémon no Estado Islamico. Não sei se vou la ou se espero por ele em França” ...claro, brinca, faz comentarios, tenta usar o teu humor, tu que estas seguro no teu pais que até agora (e felizmente) não esta em perigo. Brinca então que em França todos têm medo de sair de casa ou até mesmo viajar..

E as brincadeiras não param. Até num dia inesquecivel para muitos, um dia que marcou profundamente as pessoas, li, outra vez nas redes sociais, brincadeiras do tipo: “Com este hastag parecem que estão a complimentar os terroristas “ (NiceAttack, NiceKilling, and others)

Utilizar o senso de humor pode ajudar alguns, pode ser a maneira deles de não aceitar a realidade, o quanto grave é isto. No entanto, deveriam pensar nas pessoas, que sofrem estes horrores então que não pediram nada à ninguém... Brincadeirinhas sobre coisas que não controlamos, que em um piscar de olhos tudo muda

Mas claro, vocês têm razao, vamos continuar. É tão engraçado e tudo.

 

Sinceramente, estes “casos exeptionais” da humanidade poderiam ser evitados. Não brincam com coisas sérias, com assuntos que magoam imensas pessoas.

As brincadeiras têm limites.

16/07/16

Somos consumidos pelo medo

O 14 de julho é em frança um feriado muito importante. Comos todos os anos ha fogos de artificios entre outros espectaculos dependendo das cidades.

Os franceses ja não se sentem seguros que seja em casa ou na rua. Quando pensamos que as coisas se acalmaram, tudo acaba em um fechar de olhos. Que vivemos numa pequena cidade ou numa grande, que sejamos de nacionalidade francesa ou não, um idoso, uma criança ou um adulto, todos ressentem esse medo.

Durante o Euro, tomaram precauçoes pois era um evento que traria muita populaçao e felizmente tudo correu bem. Poucos dias depois da final, então que os franceses assim que turistas aproveitavam desses fogos de artificios, numa noite de calor, calma. Havia alegria nos rostos, estava tudo pacifico.

Eu não vivo na zona, mas pouco importa onde estamos, imaginamos facilmente o horror, o choque e a tristeza desse dia. Alguns de nos ainda nem consegue acreditar, outros poem-se no lugar deles e dão se conta que não importa onde, nem quem, pode acontecer a qualquer momento e qualquer lugar.

 

Chegamos a um ponto que todos os dias pensamos se tudo ira correr bem hoje, chegamos a um ponto em que não sabemos mais se havera amanhã.

 

Não interessa as razões que os levem a tal acto, ninguém esta seguro, todos vivem com um constante medo. Inocentes ou não, idosos ou crianças, franceses ou estrangeiros, não ha do.

 

Eu não sei quando isto vai acabar ou se vai, mas ... TEM QUE ACABAR.

Não so em França mas em todo o lado ! Todas essas pessoas que são hoje estrelas no céu (como costumam dizer), todas estas familias e amigos devastados, todas estas cenas de horror, que seja em França ou outros paises, nada justifica esses actos.

Politica, religiao ou outro, nada justifica acabar com vidas como se fossem folhas de papel. NADA

 

Hoje tenho medo de sair a rua, de ir ao centro comercial, de ir a universidade, de pegar o comboio, de ir a concertos, tenho medo da populaçao nao pelas pessoas mas por medo que aconteça algo.

Pessoas que vemos todos os dias, vizinhos, ou outros, não sabemos.

Como acabar com este horror?

Lets-pray-for-everyone-does-not-matter-where-sayin

 

 

07/07/16

Então e o Portugal ?!

Portugal passou para a final ! sinceramente eu pensei que a equipa nao iria chegar muito longe (pensei o mesmo da França) e estava enganada. Amanha sera a França a jogar como sabem. O jogo de hoje apenas vi metade, nem isso, mas o pouco que vi foi faltas atras de faltas, e tudo “ignorado” quase. Era um pouco ridiculo, mas parece que hoje jogo de hoje em dia é isso. Atira-te para o chão e diz que te doi.

Eu nao estou a dizer isso sobre a equipa de Portugal, mas de quase todas. Algumas actuaçoes até eram bastantes exageradas.

Ja à minha mae diz que é tudo comprado. Que pagaram para que seja a equipe de França a ganhar. Se bem que não sei. Okay se tudo agora é comprado, tudo depende de dinheiro, mas duvido que, por exemplo, a islandia aceite de perder assim tanto, e duvido que a Alemanhe aceite de ganhar. Por isso, pessoalmente eu nao acho que as equipes sejam compradas. Ou pelo menos espero que nao e acho um pouco dificil de acreditar que sejam.

Certos jogadores surprenderam-no com as jogadas deles, e para além é dificil decidir como um jogo de futebol vai ou nao se passar, visto que depende dos jogadores e das estrategias de jogo.

No entanto, dizer que os arbritos foram comprados, la isso ja acredito, alias, o arbitro de hoje a noite fazia-se de cego... com tantas faltas que houve logo no inicio...

Enfim, é triste pensar que é tudo corrompido, até simples jogos de futebol. Eu nem sei o que pensar mais sobre isso. Sera que é mesmo assim ?

Agora vamos ver como a França se comporta, este ano, a equipa “acordou” ... Ah e falando de “acordar” , não sei se é apenas aqui mas ultimamente o nosso “grande jogador’ tem sido bastante criticado.

Mais uma vez a minha mae diz que ele também foi comprado, e que so joga pela equipa dele e nao pelo seu pais... eu pessoalmente penso que todos contam demasiado nele. Falam sempre dele, se é para marcar têm que passar para ele, e ele meio que joga sozinha. Acho isso errado. A equipa sao varios jogadores e nao apenas isso. Alias, este ano, o Nani, Quaresma e até o Sanchez mostraram que o Ronaldo não é o unico que sabe marcar um belo golo !

portuguese_flag_by_honeyblossom_rose-d55tu0q.png

 

 

 

07/07/16

O Eczema esta de volta !

Este é o segundo post que escrevo hoje, em menos de uma hora.. mas visto que o assunto é completamente diferente, decidi não escrever tudo no meso.

 

Eu não sei se vocês conhecem o Eczema, é uma espécie de alergia, estamos sempre com vontade de nos cossar e acaba por formar placas vermelhas ou pior dependendo do quanto se cossa.

Sempre sofri disso, desde que sou pequena. Quando era pequena passava a minha vida no dermatologista e ele acabou por dizer "com a idade isso passa".. ele estava errado.

 

Em Portugal tinha todos os anos: no pescoço ou nos braços. Mas não era nada demais. As vezes arranhava-me, mas nunca durava mais de 2 semanas.

 

No entanto, este ano não sei o que se passa mas começei a ter Eczema nas palmas das mãos. Nunca tinha tido nessa localizaçao antes mas no inicio não dei importancia. No entanto depois de um mês, apenas piorava. Até chegou aos dedos que acabavam por enchar. Decidi ir tratar disso e fui ao medico, que nao podia atender-me então fui as urgencias (em Maio). Deram-me cremes. Disseram que era normal, que era devido ao stress. Os cremes fizeram efeito, mas nao desapareceu totalmente.

Infelizmente voltou, mas nao era a mesma coisa. Entao fui a um dermatologista. Ele deu-me cremes e medicamentos e mandou-me fazer analyses (isso inicio Junho). No entanto os medicamentos e cremes não fizeram absolutamente nada e hoje ainda esta pior.

Eu não o que devo fazer... até agora a melhor opcao era apenas esperar que passe... depois os cremes...mas agora, que esta num estado diferente nenhum dos 2 faz efeito.

Nunca tive Eczema nesse estado, e começo a perguntar-me se é mesmo isso...

 

07/07/16

Um pequeno grande desabafo.

Ja faz algum tempo desde a ultima vez que postei algo, e muita coisa aconteceu. Para ser sincera nao acho que tenha mudado muito, tudo apenas se repete.

A minha mãe continua a estragar-se à vida aos poucos, e a fazer comentarios deslocados, como por exemplo "em 2018 ja não estarei viva, ou coisas do genero. Eu ja lhe disse: "antes de falar, pensa no impacto que o que dizes te afectaria se fosse alguém que amas a dizer-te-o"... mas ela simplesmente não quer saber. Mais um pedido de ajuda provavelmente mas... como se pode ajudar alguém que não quer ser ajudado ?
Ou como ajudar alguem que ja foi ajudado mas que decidiu voltar ao sofrimento ? como ajudar alguém que simplesmente não quer mais saber?

Eu não percebo é o porquê dela continuar a culpabilizar os filhos? pouco importa o que fazemos ou dizemos o resultado é o mesmo: so esta bem durante 1 ou 2 dias.

Para além disso... ela culpa os filhos, mas... para ser sincera...Eu não me lembro de uma unica vez que ela realmente se preocupou conosco...

Quando meus irmaos faltavam às aulas, quando eles abandonaram os estudos, quando eles saiam à noite, ou até mesmo à qualquer hora ou momento , ela nunca nos perguntou se iamos bem, como se passou a semana, o que estamos a pensar, a viver, porque abandonaram os estudos , nao ... nada. Ela apenas disse "vocês so contam se quiserem. Eu fico à espera que me digam isso ja que eu pergunto" ok ... bem até posso aceitar. Mas nesse caso... porque nos é que temos que adivinhar quando ela vai bem ou mal ? Porque ela nao nos diz sem termos que perguntar?

Mas na historia, o que me magoa acima de tudo é que ela chega a um ponto em que ela nao quer saber de mais nada. Mas nos culpabiliza de nao nos importarmos...

Ja é a milésima vez que ela desiste de tudo. Ha limites!

Ela agora anda a falar de divorcio. Isso é outro épisodio que estamos fartos de rever. Ela tem razoes para o fazer, e ja tentou mas passado uns meses voltaram juntos. E agora voltam a falar disso e no dia seguinte esta tudo bem, e depois volta, e SEMPRE A MESMA COISA !

Mas porque fazem isso? porque estragam a vida deles neste ciclo e obrigam as pessoas a entrar nesse ciclo ?

O meu irmao mais velho é o unico ainda a viver com eles (devido à alguns problemas) senao eu e o meu outro irmao vivemos em outra cidade.

Sempre que ha algo, a minha mae telefona-me e pede-me para vir para casa, e la vou eu, apanho o autocarro e vou. Mas chegando la, nao apenas ouço tudo o que se passou, mas também me poem na historia... e depois dizem que venho por interesse, que nao me importo com eles...

E eu nunca percebi;.. o meu outro irmao que saiu de casa, nunca ouviu as historias deles, sempre agiu "indiferente". Ele nao quer saber dos problemas e so vai visita-los quando lhe agrada...entao porque que ele nao ouve nenhum comentario/critica?

Em fim, estas historias que se repetem ...estou tão farta... mas é mais forte do que eu. Nao posso apenas ignora-los...

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.